Pobre puma argentino! Preso só por prejudicar negócios

27 de abril de 2017 | Postado por

Foto reproduzida do site www.radiocataratas.com, de Puerto Iguazú.

Sabe onde vive agora aquele puma capturado no Parque Nacional Iguazú, na Argentina? Nesta cela da foto, molhada e malcheirosa . O puma foi detido porque, supostamente, poderia atacar os turistas que visitam as Cataratas do lado argentino.

O coordenador geral do Pami em Misiones (província argentina à qual pertence o município vizinho de Puerto Iguazú), Solé Mases, fez uma denúncia irônica, via redes sociais, sobre o destino do puma, mostrando a foto dele na cela: “Preso por ameaçar o negócio de Maurice Closs” (ex-governador da província).

Segundo matéria publicada no site radiocataratas.com, de Puerto Iguazú, o ex-governador é dono da Unión Transitoria de Empresas, que leva turistas ao Parque Nacional Iguazú, e teria reclamado da presença do puma, que assustava e fazia diminuir o número de visitantes. Assim, a “solução” foi caçar o animal e levá-lo para bem longe dos turistas.

Solé Mases disse que o puma “vivia em um parque nacional, desenhado exatamente para preservar indivíduos como ele”, mas, para azar do felino, estava prejudicando os negócios de Closs.

Ele disse ainda que soube por um dos guardas florestais que capturaram o puma que “ele era tão tímido que nos custou semanas para localizá-lo e pegá-lo”. E encerra a denúncia dizendo, sempre pelas redes sociais: “O negócio de Closs agora está seguro. Pumas e onças, mantenham-se a quilômetros (de distância). Há celas para todos”.

Últimas do Blog